Artilheiro Erik decide outra vez, e Botafogo vence Sol de América fora de casa pela CONMEBOL Sul-Americana

Atacante garantiu a vitória por 1 a 0 e se isolou na artilharia do torneio. Time paraguaio desperdiçou pênalti e teve jogador expulso

O faro goleador de Erik novamente fez a diferença para o Botafogo nesta CONMEBOL Sul-Americana. O atacante marcou o gol da vitória alvinegra por 1 a 0  sobre o Sol de América, nesta quarta-feira (22), em Villa Elisa, no Paraguai, no jogo de ida pela segunda fase do torneio - confira números e detalhes do confronto.

Erik se isolou na artilharia da competição, com quatro gols em três partidas. Ele também subiu no ranking histórico de goleadores brasileiros na Sul-Americana, com sete gols, empatado com Fred, Lúcio Flávio e Paulo Baier - o líder é Rafael Moura, com 14.

O jogo de volta será no dia 29 de maio, no Estádio Nilton Santos. Para o Botafogo, qualquer empate garante classificação às oitavas de final. Já o time paraguaio precisa vencer por dois gols de diferença no Rio de Janeiro. 

O Botafogo reteve mais a bola no primeiro tempo, mas alguns vacilos defensivos geraram perigo à defesa. Em um deles, aos 19 minutos, Gabriel tentou afastar a bola da área, mas acertou um chute no rosto de César Villagra.

O árbitro argentino Germán Delfino marcou pênalti. Na cobrança, Walter Clar acertou o travessão defendido por Gatito Fernandez.

Aos 32 minutos, Matías Pardo foi punido com o segundo cartão amarelo e, com isso, expulso. Com um jogador a menos, o time paraguaio recuou e cedeu mais espaço para o Bota trabalhar a bola e atacar. Antes do intervalo, o goleiro Escobar fez grande defesa em chute de Diego Souza na pequena área.

Em vantagem numérica em campo, o Botafogo partiu para cima do rival e quase marcou aos 55 minutos. Após uma linda tabela, Erik driblou o goleiro Escobar e cruzou na cabeça de Diego Souza, mas a defesa do Sol de América evitou o gol em cima da linha. No rebote, Alex Santana arriscou um voleio e errou o alvo.

O técnico Eduardo Barroca colocou Gustavo Buchecha e Luiz Fernando nos lugares de João Paulo e Cícero para deixar o Botafogo ainda mais ofensivo, e a resposta em campo foi imediata. Menos de cinco minutos após promover as alterações, Escobar saiu na tentativa de desviar o cruzamento de Gilson e Erik aproveitou o gol vazio para marcar.

O volante Jean, que havia acabado de entrar no lugar de Leo Valencia, foi expulso aos 88 minutos, mas não comprometeu a vitória alvinegra no Paraguai.

Fechar