Furacão atropela o Flu e vai à final da Sul-Americana

Atlético-PR volta a uma decisão de competições da CONMEBOL após 14 anos. Clube encara colombianos na decisão a partir da próxima semana

O Atlético-PR está de volta a uma final da CONMEBOL após 13 anos! Vice-campeão da Copa Libertadores em 2005, o Furacão venceu o Fluminense por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Maracanã, e confirmou sua vaga na grande decisão da CONMEBOL Sul-Americana . O Rubro-Negro, que já havia vencido na ida pelo mesmo placar, espera o classificado do duelo dos colombianos Santa Fe e Junior Barranquilla - eles jogam nesta quinta, às 22h45 (de Brasília).

Veja os lances e números do jogo

Se a vantagem conquistada em Curitiba já era confortável, a vida do Atlético na semifinal ficou ainda mais tranquila logo aos cinco minutos de jogo no Rio. Nikão aproveitou bem um cruzamento da direita de Marcelo Cirino e mandou a bola para o gol, tornando-se o artilheiro do clube na Sul-Americana (quatro gols).

O Furacão confirmou seu excelente desempenho como visitante na Copa. Foi a quarta vitória fora de casa em cinco jogos - a equipe só perdeu na primeira fase, para o Newells, antes de bater Peñarol, Caracas, Bahia e, agora, o Fluminense. É a primeira vez que o clube consegue o feito em competições da CONMEBOL .

Nikao Fluminense Atlético-PR Copa Sudamericana 28112018

O gol no início deixou o jogo nas mãos do Atlético-PR. Bem defensivamente, a equipe não sofreu mesmo vendo o adversário fechar o primeiro tempo com quase 70% de posse de bola. A alta porcentagem não significou boas chances contra o gol de Santos, o goleiro que mais defesas fez na Sul-Americana.

O Fluminense precisava de quatro gols para se classificar. Uma tarefa quase impossível para um clube em crise no Brasileirão e que entrou em campo com a marca de sete partidas seguidas sem marcar gols. A torcida foi ficando impaciente com o passar do tempo e, aos poucos, as vozes que se ouviam no Maracanã vinham apenas do setor de visitantes, lotado de paranaenses.

O Furacão terminou o primeiro tempo tocando bola sob fortes gritos de "olé" de sua torcida. O Fluminense foi ao vestiário vaiado.

Logo aos dez minutos da etapa final, o Atlético-PR encerrou de vez a disputa num contra-ataque mortal em que Cirino cruzou no pé de Bruno Guimarães dentro da área. Os gritos de "olé" dos visitantes deram lugar aos de "eliminado", em provocação ao Flu. Aí foi só tocar a bola e esperar para comemorar a classificação para a final.

O Maracanã, com mais de 37 mil presentes, foi a casa do Furacão por uma noite. "Ai ai ai, tá chegando a hora", cantaram os atleticanos. Está chegando a hora da grande decisão! Os jogos serão nas próximas duas semanas, sendo o primeiro na Colômbia e o segundo em Curitiba.

Fechar