Fator casa joga a favor do Atlético-PR para a final

A uma vitória de conquistar o título diante do Junior, equipe brasileira tem bom retrospecto como mandante em competições continentais

Após o empate em 1 a 1 no jogo de ida, em Barranquilla, na Colômbia, Atlético-PR e Junior dependem de uma vitória por qualquer placar no tempo normal ou na prorrogação no duelo de volta, no dia 12 de dezembro, às 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba, para um deles ficar com o título da CONMEBOL Sul-Americana. E o fator casa pode ser determinante para que o Furacão levante a taça pela primeira vez.

A equipe brasileira acumula retrospecto positivo atuando como mandante em torneios organizados pela CONMEBOL (Copa Libertadores e Sul-Americana). Em 40 jogos, foram 24 vitórias, seis empates e 10 derrotas, com aproveitamento de 65%.

Neste ano, em cinco partidas diante de seus torcedores pela competição, os paranaenses trinfaram quatro vezes - contra Newell's Old Boys, Peñarol, Caracas e Fluminense - e sofreu apenas um revés, diante do Bahia, nas quartas de final.

A equipe treinada por Tiago Nunes marcou nove gols e sofreu apenas dois na Arena da Baixada nesta Sul-Americana.

Fechar