Decisivo, Lodi chora e lembra infância no Atlético-PR: 'Passa tudo na cabeça'

Lateral-esquerdo brilhou com um gol e uma assistência na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, pelo primeiro jogo da semifinal da Copa CONMEBOL Sul-Americana

Um gol e uma assistência, num cruzamento perfeito para Rony. A noite não poderia ter sido melhor para Renan Lodi, o grande destaque do Atlético-PR na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, pelo jogo de ida da semifinal da Copa CONMEBOL Sul-Americana . O lateral-esquerdo lembrou de sua infância no clube ao falar sobra as lágrimas que derramou ao marcar na Arena da Baixada.

"Tenho que agradecer ao clube. Eu cheguei aqui com 13 anos, no gol passa tudo na cabeça, minha vida no clube. Tento ajudar sempre. Fiquei feliz de marcar com a casa lotada. Não está nada ganho, tem um segundo tempo no Maracanã, que vai estar cheio e empurrando eles. Mas estamos preparados para o que vir e se Deus quiser ir para a final", afirmou Lodi.

"É muito importante fazer dois gols em casa e não tomar. O Fluminense é muito bom. Agora vai ser pedreira no Rio", completou o garoto de 20 anos.

Fluminense e Atlético decidem a vaga na final no dia 28 de novembro, no Maracanã. Quem vencer pega Santa Fe ou Junior Barranquilla na final.
 

Fechar