Com redenção de Luciano, Fluminense bate Antofagasta e avança na Copa Sul-Americana

Atacante desperdiçou um pênalti quando o jogo estava 1 a 1, mas depois decretou a vitória ao marcar concluindo bela jogada de ataque. Everaldo também brilhou no triunfo

Por muito pouco Luciano não virou um vilão no Fluminense. O atacante parece ter caído na pressão de Tomás Astaburuaga, defensor do Antofagasta (CHI), antes de cobrar o pênalti que poderia ter garantido a vaga na Fase 2 da Copa CONMEBOL Sul-Americana. A cobrança nas mãos do goleiro da equipe chilena seria o símbolo do fracasso. Mas Luciano teve uma nova chance e não desperdiçou: acabou como autor do gol da vitória por 2 a 1 e da classificação do Flu na noite desta quinta-feira. Herói. Assim é o futebol (clique aqui e veja estatísticas e detalhes do jogo).

O pênalti perdido por Luciano foi no segundo tempo, quando o jogo estava 1 a 1 e a vaga do Fluminense ainda ameaçada. O gol da vitória saiu pouco depois, após excelente jogada do trio de ataque do clube carioca. Não foi à toa a comemoração efusiva do atacante, que brandou: "Eu sou f...". O Flu finalmente encaixou seu jogo após empatar em 0 a 0 no Maracanã no jogo de ida. O técnico Fernando Diniz foi à loucura. Festa tricolor no Chile!

Antes do lance decisivo da partida, Everaldo já tinha aberto o placar no primeiro tempo também após linda trama de ataque que teve Yony González como protagonista. Everaldo acabou sendo escolhido o melhor da partida. Justo. Flores empatou para o Antofagasta, mas não impediu a eliminação da sua equipe. Uma vitória também justa e com a marca de Luciano, de vilão a herói em poucos minutos. 

Fechar