Botafogo se classificou em quatro das seis vezes que jogou a 1ª fase da Sul-Americana

Depois de vencer o Defensa y Justicia por 1-0 no jogo de ida da primeira fase da CONMEBOL Sul-Americana, Bota faz partida de volta na Argentina e conta com retrospecto favorável

O Botafogo disputa a Copa CONMEBOL Sul-Americana pela sétima vez e foi eliminado após dois jogos em apenas duas oportunidades. Manter esse retrospecto favorável é uma das missões da equipe carioca diante do Defensa y Justicia, atual vice-líder do Campeonato Argentino.

No jogo de ida pela Fase 1 do torneio, no Rio, o Fogão venceu por 1-0, com gol do atacante Erik. Por isso, dependerá de um empate ou até uma derrota por placar acima de 2 a 1 para se classificar. Para o rival de Buenos Aires, a opção é vencer por dois ou mais gols de diferença. Se devolver o 1-0, a decisão da vaga irá para as penalidades. A partida de volta será nesta quarta-feira (20), às 21h30 (de Brasília), no Estádio Norberto Tito Tomaghello.

As melhores campanhas do Botafogo na Sul-Americana foram em 2008 e 2009, quando deixou a competição nas quartas de final. Na primeira temporada, foi derrotado pelo Estudiantes, da Argentina. No ano seguinte, o time perdeu para o Cerro Porteño, do Paraguai.

Em 2018, o clube carioca foi às oitavas de final, mas perdeu nos pênaltis para o Bahia. Em 2007, o Alvinegro venceu o Corinthians na rodada preliminar e perdeu para o River Plate também nas oitavas de final. Estas campanhas só estão abaixo das obtidas no fim da década passada.

As duas piores campanhas do Botafogo na Sul-Americana foram em 2006 e 2012. Na primeira, o time foi derrotado nos pênaltis logo na primeira fase. O mesmo aconteceu em 2012, quando perdeu para o Palmeiras por conta do gol qualificado. Em nenhum dos dois casos, o time havia vencido o duelo de ida.

Neste ano, se mantiver essa rotina de ir mais longe na Sul-Americana, o Fogão poderá também quebrar uma escrita. Os cariocas nunca venceram na Argentina por torneios CONMEBOL. Foram quatro derrotas em quatro partidas.

Fechar