Atlético-PR aposta no seu melhor ataque da história da Sul-Americana para chegar a inédita final

Com 15 gols marcados em oito partidas disputadas, o Furacão sonha com a chance de chegar à decisão da Copa CONMEBOL Sul-Americana pela primeira vez

O Atlético-PR alcançou a sua melhor participação ofensiva da história da Copa CONMEBOL Sul-Americana. Com 15 gols em oito partidas disputadas, o time de Curitiba vive excelente momento no torneio continental.

O Rubro-Negro balançou as redes de seus adversários em ao menos uma oportunidade desde a estreia na competição, em 12 de abril passado.

O primeiro a sofrer com o poderio ofensivo do Atlético foi o Newell's Old Boys. Os argentinos foram derrotados por 3-0 na Arena da Baixada. Depois, venceram o jogo de volta por 2-1 e acabaram eliminados.

O Peñarol foi o time que mais viu a sua meta vazada pelo forte ataque do Atlético-PR. Na ida, os uruguaios foram derrotados por 2-0. A partida de volta, em Montevidéu, terminou 4-1 para a equipe brasileira.

Nas oitavas de final, o Furacão venceu o Caracas FC, da Venezuela, em duas oportunidades. A ida ficou 2-0 para os comandados de Tiago Nunes. Na volta, os brasileiros venceram o jogo na Arena da Baixada por 2-1.

Contra o Bahia, foi a primeira vez que o ataque do Atlético-PR passou em branco neste torneio. Na ida, na Arena Fonte Nova, o Furacão venceu por 1-0. Em compensação, o jogo de volta foi vencido pelo Tricolor de Aço. Nos pênaltis, o Furacão aplicou 4-1 no adversário.

Pablo, autor de três gols, é o artilheiro do Atlético-PR nesta edição da Copa CONMEBOL Sul-Americana. A equipe sonha com uma inédita classificação para a decisão do torneio. A melhor campanha do Furacão foi em 2006, quando foi derrotado pelo Pachuca, do México, na semifinal.

Fechar